José Almeida Pereira

José Almeida Pereira

CV

José Almeida Pereira nasceu em 1979 em Guimarães. Vive e trabalha no Porto.

 

2012

Escola Maumaus Independent Studies, residência no âmbito do Laboratório de Curadoria da Capital Europeia da Cultura – Guimarães 2012

2006/2008

Mestrado em Práticas Artísticas Contemporâneas na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

1998/2005

Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto

2004/2005 

Bolsa de intercâmbio Socrates/Erasmus com a Facultat de Belles Arts Universitat Barcelona

 2004

– 1º Prémio no âmbito da exposição colectiva, “OUTROS LUGARES”, Faculdade de Direito da Universidade do Porto (júri: Bernardo Pinto de Almeida, Paulo Mendes, Pedro Tudela)

2003

– 1º Lugar, ex-aeco, no concurso, 1º PRÉMIO ROTHSCHILD DE PINTURA, promovido pelo Banque Privée Edmond de Rothschild (Júri: Vicente Tódoli, Julião Sarmento, João Pinto Ribeiro, Paulo Pimenta e membros do Banco)

 

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2017

– “Simulabor”, Galeria Graça Brandão, Lisboa

2016

– “Passar o tempo”, curadoria José Maia, Espaço Mira, Porto

– “Panorama”, curadoria António Olaio, Quarto 22, Colégio das Artes, Coimbra

2011

– “Zeros e uns”, Galeria Fernando Santos, Porto

– “Entre Marte e Vénus”, galeria Gomes Alves; Guimarães

– “A realidade são reais?”, Fundação, Porto

2010

– “Olhar Amplo”, Espaço Campanhã, Porto

– “Olhar Amplo”, Laboratório das Artes, Guimarães

2009

– “Alguns Reais”, Fundação (projecto independente de mostra de artes visuais), Porto

– “Olhar amplo”, Project Room da Galeria Fernando Santos, Porto

– “Um lugar específico”, Galeria Gomes Alves, Guimarães.

2008 

– “Louro”, Galeria Fernando Santos, Porto

2007

– “È difícil começar no começo e não querer voltar atrás”, Galeria Fernando Santos, Porto

2006

– “Selected Theatre”, Espaço Apêndice, Centro Comercial Cedofeita, Porto

 

EXPOSIÇÕES COLECTIVAS

2015

– Fundação – Apresentação do livro de artista do projecto Fundação, Maus Hábitos, Porto.

– Angola, da certeza da madrugada à clareza do amanhecer, curadoria José Maia, Espaço Mira, Porto

– O fazer falso – Curadoria Miguel Von Hafe Perez, Espaço AZ, Lisboa.

– Lugares de Viagem, Bienal da Maia 2014, Curadoria José Maia, Forum da Maia e Shopping Plaza, Maia.

– Laboratório da Artes 10 anos – Território de trabalho. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães.

2014

– “Sub 40”, José Maia, Biblioteca Almeida Garret, Porto

– “Art Stabs Power”, curadoria Inês valle, Plataforma Revolver, Lisboa

– “Como se o mundo tivesse de ser todo novamente reaprendido” – Museu Militar e Casa António Carneiro, Porto

– “Tudo é outra coisa”, Espaço Mira, Porto

– “Teoria da Pintura”, AISCA, Viana do Castelo

2013

– Inland Campo Adentro – Matadero, Madrid

2012

– Ouunpo na FUNDAÇÃO, Porto

– Teleférico Dinâmico, Guimarães

– Memórias Colectivas Singulares, Capital Europeia da Cultura, Guimarães

– “Toural”, Laboratório das artes Guimarães

2011

– “15 minutos de fama”, Exteril, Porto

– “Parcours D L’ Europe”, eu-art-network – Cslley Muhle, Oslip, Austria

– “Troca-se por arte”, instalação na montra da Barbearia Salão Veneza, Porto

2010

– “Tempo emprestado tempo modificado”, projecto I.M.A.N., Casa das Artes – Vila Nova de Famalicão

– “ Ceci n’est pas une rétrospective”, comissariado por Paulo Mendes, Espaço Padaria Independente – Porto

– “Quando os convidados se tornam anfitrião”, integrando o colectivo internacional de artistas WochenKlausur, Culturgest, Porto.

– “Licença para afirmar”, FUNDAÇÃO, Porto.

– “Espacio Atlantico” Feria de Arte contemporânea de Vigo – Pavilhão da Galeria Fernando Santos

2009

– “A nossa lingua não cura”, Espaço Avenida 211 – Lisboa;

– “Está a morrer e não quer ver”, Espaço Campanhã – Porto;

– “MV/C+V” Centro Cultural Vila Flor – Guimarães

2007

– “Projecto Fábrica (Import/ Export)”, antiga fábrica de curtumes – Guimarães;

– “Pack”, exposição no âmbito do Mestrado em Práticas Artíticas Contemporâneas,

Edifício da Reitoria da Universidade do Porto – Porto

– “Inauguração da Galeria” – Reflexus Arte Contemporânea – Porto

2004 

– “Quartel, Arte Trabalho Revolução”, ocupação de vários espaços da cidade, Porto,

– “A dizer”, Espaço “Pêssegoprásemana”, Porto

2002

– “Flashcontacto” – Artemosferas – Porto